30 de janeiro de 2012

Destino

Andando por um tortuoso caminho
Estava uma senhora
Cansada por caminhar
A espera do fim da jornada
E com um olhar
Que diz tudo
Sem dizer nada
Ajoelhou-se
E se colocou a chorar.
Sua mente transtornada
Não entendeu
O que aconteceu
Mas seu coração
Mais sabido
Sabe muito bem
O que foi que ocorreu
O amor tão tranquilo
Que nasceste contigo
Simplesmente morreu
Levando assim a esperança
E as lembranças da infância
De uma saudade que permaneceu.

29 de janeiro de 2012

Medo...

Medo de acordar e ter que pensar
Em outra pessoa além de você
Medo de sofrer de muito chorar
Medo de ser tudo mentira
Medo de dormir sem sonhar
Medo do que a vida pode aprontar
Medo de não sorrir
Com alguma piada
Medo de não sentir
Nada com uma risada
Medo de me achar um nada
Medo de apenas perder
Não de perder o medo
Mas a emoção do medo.

(Marcel Pereira Faria)

Amor


27 de janeiro de 2012

Amizades que prevalecem

Os anos passaram.
Tudo mudou.
Eu também mudei.
Tivemos muitas alegrias...
E tristezas que pareciam infinitas.
E acabamos percebendo, que, no fundo, permanecemos os mesmos.
A essência não mudou.
Sempre seremos iguais.
E, por mais que passemos longos tempos sem nos ver.
Tudo continua intacto.
O amor que sentimos uns pelos outros sempre prevalecerá.
É como se voltássemos no tempo.
Pelo menos, os nossos corações voltam.
E relembram momentos inesquecíveis que estavam adormecidos.
Lugares mais que especiais.
Que marcaram as nossas vidas.
Afinal, como poderíamos nos esquecer do Verona?
E de tudo que se passou por lá.
Simplesmente, impossível.
Sempre sentiremos saudades daquele tempo.
A todos os meus amigos...
Amo Vocês!!!

Filhas

E, elas ainda não cresceram
Mas já tenho tanta saudade
Saudade das fraldas molhadas
Dos brinquedos espalhados
Da Chimbica, das bonequinhas
Da cabaninha de lençol.
Saudades das peraltices de meninas
E das muitas gargalhadas.
Frutos de uma mesma árvore
Mas com cores e sabores tão diferentes
Todas perfeitas, lindas, maravilhosas e inteligentes.
O que seria de mim se não tivesse esse tesouro
Que reluz como ouro a iluminar meus passos?
A cada manhã ao acordar
Felicidade maior é poder contemplar
Esses rostinhos a me olhar
E ver em cada uma a esperança depositada em mim
Em ser seu guia nessa longa viagem da vida.
O que seria de mim se não fosse o amor de
Caroline, Mariana e Lívia
Filhas queridas.

(Catarina Ramos Antunes)

26 de janeiro de 2012

Percepção

Eu acho que já descobri por que gosto tanto de você...
O nosso amor tem um gosto de perigo, daqueles sem limites, onde tudo vale a pena.
É encantador, impossível e, talvez por isso, fascinante!
Você é a loucura que equilibra a minha vida.
Que me faz sorrir à toa...
Sorrir por qualquer coisa.
Pode ser que amanhã tudo mude.
Mas acho difícil...
Porque Amor quando é Amor de verdade...
Você bem sabe...
Fica por toda a eternidade!

24 de janeiro de 2012

O Grande Amor da Minha Vida

A primeira vez que te vi
Eu nunca me esqueci daquele dia
Tão cheio de ternura e de alegria
Começava o nosso Grande Amor
Havia tanta paz no teu olhar
E o amor no teu sorriso de menina
O sentimento a gente não domina
Quando se percebe um Grande Amor
Percebi então que o teu olhar
Alguma coisa me dizia.

(Marcel Pereira Faria)

22 de janeiro de 2012

Harmonia

A felicidade pode até vir de dentro.
Mas que fatores externos possuem a capacidade de intensificá-la.
Isso é um fato!
E hoje eu me encontro particularmente feliz!
Porque descobri que não devo afastar de minha vida quem me quer bem.
Pelo contrário!
É bom mantermos essas pessoas bem pertinho da gente
Além de dentro dos nossos corações.
Mesmo que às vezes por mais que estejamos tão perto continuemos tão longe.
Pois a distância só afasta quem se deixa afastar...
Entretanto, onde há Amor...
Distância alguma é capaz de se tornar afastamento.
E tão longe às vezes pode significar o mesmo que tão perto.
Mas no fim o que importa é o amor que levamos dentro do nosso coração
E a felicidade que isso nos proporciona.

Face Oculta

Julgar-te por teus gestos
É aumentar tua dor
É destruir tua esperança
É manchar teu puro amor.

Negar tua dignidade
É jogar por terra teus planos
É despeito, é crueldade
É ser muito desumano.

Dizer que és má
É ir muito além
É pobreza de espírito
É roubares o que tens.

Diga-me que não és má
E as críticas não ouvistes
Que os gestos são forçados
E você ainda existe.

Faça-me compreender
Que não foges à luta
E que tua verdadeira face
Sob o enigma se oculta.

(Hamilton)

14 de janeiro de 2012

Admiração

Eu gosto de pessoas sinceras
Que olham nos olhos
Que falam a verdade
O mundo está carente delas.
Gosto de quem chega perto
Senta junto
Fica mudo
A escutar.
De quem sente
Compreende
E não mente
O seu pensar.
Gosto de ficar a te olhar...

13 de janeiro de 2012

Feliz Aniversário!

Melhor amiga..
É única!
Sim... Só existe uma.
É ela que lhe entende
Faz-lhe sorrir
E lhe completa
Ela é um porto-seguro
Onde tempestade alguma
É capaz de afetar
Com ela os dias ficam mais iluminados
A vida fica mais feliz!
Mais divertida...
E com certeza mais louca!
Eu agradeço à Deus
Por minha melhor amiga existir.
E principalmente
Por existir em minha vida!

* Homenagem à Mary Brant *

12 de janeiro de 2012

Superação

Tudo que acontece
Acontece por um motivo.
A princípio
Podes ficar confusa
E não entender.
Mas...
Um dia tudo será esclarecido.
As adversidades aparecem
Para que possamos superá-las.
Já nascestes vitoriosa!
E és muito amada!

11 de janeiro de 2012

Você

Você foi muito mais do que um amigo.
Muito mais que uma paixão.
Você foi o Amor que encheu de luz o meu coração.
Você foi e eu fiquei
Só Deus sabe por onde eu andei.
Senti-me perdida, sozinha, com a sua partida.
E até hoje não sei
Se haveria alternativa.
Talvez eu pudesse ter te salvado
Te protegido
Te guiado
Quem sabe?
Nunca saberei.
Ou talvez um dia
Isso me seja revelado.
Amo você!
Muito mais do que imagina.
Sempre foi minha metade.
Minha vida.
Minha felicidade!

Recordação

Nas águas mais claras do oceano
Não consigo te ver
Meus olhos estão amarrados com um pano
Mas não tem jeito de não te sentir
As lembranças, não me fazem esquecer
Já não sei para onde fugir
Pois onde quer que eu vá
Minha história, tenho para contar
Mesmo que seja para o meu amigo anjo
Ele entende e me vê chorar
Às vezes me faz rir
Mas como tudo que é bom, vai passar
Escrevo algo para me sentir bem
Olho para fora e não vejo ninguém
Fico perdido, isolado, com o seu nome
No meio do mar olhando o céu
Algo virá, e eu vou aprender
A amar e também a esquecer
Não chorar, nem sofrer
Ser feliz e morrer de rir
Com quem eu sempre quis.

(Marcel Pereira Faria)

10 de janeiro de 2012

Desejo a ti...

Uma vida de alegrias
De amor e amizades
E que tenhas consciência
Que nascestes para brilhar
E que todas as tuas atitudes
Tenham um só objetivo
Fazer com que trilhes o caminho da felicidade.
E naqueles momentos da vida,
Que se sentires triste, fraco ou desiludido.
Pense sempre com carinho
Que algo melhor está por vir.
Afinal, nascestes para ser feliz!

9 de janeiro de 2012

Renovação


Solução

Vida e morte!
Qual é a sorte?
Viver uma vida vazia, sem ilusão...
É prenúncio da morte.
Morte e vida!
Tudo se complica
Ao querer explicação.
Quem explica?
Não tem explicação!
É tudo utopia.
Meras fantasias...
A atormentar o coração.
Que ironia!
Vive-se preocupado com a morte.
Morre-se na esperança
De achar a vida eterna.
Que confusão!
É um grande mistério...
Que só Deus tem a solução.

(Catarina Ramos Antunes)

Destempero

Como pode...
Tanta tristeza
Caber em um só olhar?

Como pode...
Você não mais me amar?

Como é triste a realidade
De um amor que se transforma
Em amizade.

Como pode...
Não querer mais me ver?
Saber como me sinto...
Sorrir com o meu sorriso.

Que saudade é essa?
Que me inunda o peito...
E deixa um ar de desassossego.

Como pode...
Você não fazer mais parte dos meus dias?
Não fazer mais parte da minha vida...

Como posso cumprir minha promessa?
Como me manter distante?
Se tudo o que mais quero é gritar:
Volta!!!

E ter você...
Nem que seja
Ao menos
Por um instante.

7 de janeiro de 2012

4 de janeiro de 2012

Fuga


Esperança

Você chega assim de repente
E entrega segredos
A quem nem conhece direito
Inspirando confiança
Vai semeando elogios
Palavras sinceras
De um coração sonhador
E, assim, talvez colher..
quem sabe...
Uma bela amizade.

3 de janeiro de 2012

E se...

E se estiver um dia escuro...
Não me refiro a nuvens carregadas no céu, tempo chuvoso ou algo desse tipo; mas simplesmente ao fato de, ao acordar, você perceber que o dia ensolarado ao qual lhe havia sido anunciado pela “meteorologia” simplesmente falhou. A previsão para hoje é de chuva, em tempo integral!
E se diante desse absurdo (afinal, como é que o tempo muda te pegando assim desprevenido?) você não consegue se adaptar instantaneamente à situação e com isso acaba também exprimindo uma reação, no mínimo, não muito legal.
(Lembrando que trata de uma “meteorologia interna” e não externa).
O que isso causa em você?
Será que você conseguiria “se aprumar” e levar o restante do dia numa boa, ou não?
Se a resposta for não, o que é realmente provável... Então...
As circunstâncias o dominam!!!
O que significa basicamente que... Tudo aquilo que você não consegue dominar, já te dominou.
E se levarmos em consideração que o termo dominado pode ser sinônimo de: amarrado, preso, subjugado... Constata-se que, quem se encontra nessa condição está sob o domínio de alguém ou alguma coisa, ou seja, torna-se escravo do que o dominou.
Ora... Se o dia possui 24 horas e nenhuma é igual a outra, pois a hora que passou não voltará jamais, então...
Como prever a “meteorologia”? Ou simplificando:
Por que se angustiar (ou até mesmo se frustrar) por algo que pode nunca vir a acontecer? Já que estamos, a cada minuto, literalmente diante de novo, do inusitado?
Diante disso minha pergunta é:
O que são as circunstâncias, se não somente uma série de infinitas possibilidades, agradáveis ou desagradáveis, que podem ou não, vir a ocorrer em nossa vida?
E se são meramente possibilidades, por que delegamos a elas tanto poder de influenciar e mudar, muitas vezes, todo o rumo do nosso dia e até da nossa história?
A quem foi dado poder e autoridade para governar aqui na Terra? Aos homens ou a “meia-dúzia” de possibilidades? Ou reformulando: os homens foram designados a administrar as possibilidades, ou são as possibilidades (circunstâncias/meteorologia) que foram designadas para administrar o homem?
Parece simples... Mas não é!!!
Ou talvez até seja, se você tiver um foco, um fator determinante, a consciência de quem você é e o que você quer, unida à convicção de que independentemente das “condições climáticas aparentes” nada vai te impedir de perseverar na caminhada que lhe foi proposta e alcançar seus objetivos; mesmo se o sol não sair ou aquela lua linda tardar a aparecer; afinal, como já dizia um antigo pensador “conhecido” meu:
“Se tu choras por ter perdido o sol, as lágrimas te impedirão de ver as estrelas”.

(Mariana Bastos)

2 de janeiro de 2012

O Amor é mais que isso!

Eu sempre achei que o amor fosse capaz de superar todas as coisas em nome de uma Outra Parte que o completasse.
Mas isso não é amor, é apenas um sentimento condicionado.
O amor é mais que isso.
Ele é a sublimidade de um sentimento que por si só se define.
E sendo assim...
Não pede nada em troca.
Não se explica.
Não se prende.
Apenas se sente.

1 de janeiro de 2012

O Príncipe e A Princesa

Era uma vez um Príncipe e uma Princesinha...
Eles moravam em reinos muito, muito distantes...
Porém, por capricho do destino, em uma viagem ao Reino do Mundo Imaginário, eles acabaram se conhecendo.
Ele se encantou por ela à primeira vista, mas teve a falsa impressão de que ela era dura como uma rocha.
Acontece que com o tempo, as conversas e a convivência, a Princesinha mostrava-se feita do mais puro cristal.
E o Príncipe, ao perceber o seu engano, entregou-se por completo ao Amor.
Logo ele que garantia não haver riscos de se apaixonar.
Contudo, o tempo ia passando, e a viagem iria terminar a qualquer momento, porém o amor dos dois só crescia...
Só que à medida que isso ia acontecendo, a Princesa parecia cada vez mais frágil aos olhos do Príncipe.
Foi então que ele, com sua alma de Anjo, por medo de magoá-la e com isso acabar quebrando o seu cristal mais precioso, resolveu se afastar.
Os dois sofreram muito, brigaram, ela implorou para que ele ficasse, falou que eles poderiam construir o seu castelo no Reino do Mundo Imaginário.
Mas nada o faria voltar atrás, ele já havia tomado a sua decisão.
O que a Princesa, a princípio não entendia, é que ele sofria como ela.
Só que um dia ela se deu conta que a perda dela era também a dele. E ao notar o sofrimento de seu amado, percebeu que aceitar a decisão dele era a única coisa cabível a fazer.
Contudo, ambos sabiam que fazendo isso, estavam permitindo que esse lindo amor continuasse eternamente vivo dentro de seus corações.
E conta a lenda que eles se amaram até o último dia de suas vidas.

Sonhos


Sentimentos

Muitas vezes a felicidade entre em nossas vidas sem sentirmos.
E sai sem pedir licença.
Ou mesmo nem resta esperança.
Ela te ensina a viver,
com pedras no caminho.
Machucam-te sem perceber.
Pelo simples fato de amar tanto essa felicidade,
sempre esperamos cada vez mais uma dose.
São tantas que te deixam louco.
Então quer o auge.
Age sem perceber que está magoando.
E chora na hora de sentir o erro.
Vê que ela também está amando.
Mas seu coração está chorando.
O seu remédio pode ser também a felicidade.
Nesse mundo agora estou só, sem sua amizade.
Agora percebo a saudade que sentia,
dos seus amigos que com você sempre sorria.
Tenho os meus erros, e o tempo passa,
e eu sozinho começo a percebê-los.
Lágrimas são poucas perto do olhar da Lua,
que está sempre me admirando.
Nem posso me deixar embarcar nesse mar de tristezas.
Só de ohar me faz chorar.
Não adiantaria escrever a tristeza que sinto
quando não posso te ver, te sentir, te acariciar, te beijar, te amar...
Realizar seus pedidos,
que para mim nunca foram esquecidos.
Se a palavra tristeza nesse poema é bem divulgada.
É para esquecê-la e até a saída acompanhá-la.
Imploraria-te de joelhos...
Mandaria rosas para sua casa...
Nada mudaria o que você realmente quer.
Se tem jeito...
Nada é perfeito.
Apenas aceite-o!
Amo-te!

(Marcel Pereira Faria)